Os efeitos de Atos de Bondade e Elevação Moral

Como ver a bondade nas pessoas pode nos ajudar a construir pontes e a diminuir nossas diferenças

Quando testemunhamos atos de bondade tendemos a ver nossa humanidade em comum

Por Jill Suttie | 7 de agosto, 2018

Os americanos veem-se terrivelmente divididos ultimamente. Vejo sinais de antagonismo e conflito entre grupos em todos os lugares – e muitos políticos parecem tentar piorar essa situação. Seja a presidenciável Hillary Clinton, ao chamar os apoiadores de Trump de “deploráveis”, ou o Presidente Trump referindo-se aos imigrantes mexicanos como estupradores e assassinos, suas palavras demonstram desprezo pelos outros, elas alimentam a desconfiança e a divisão. Talvez esse seja o motivo de uma enquete recente da USA Today ter revelado que muitos eleitores consideram seus oponentes políticos odiáveis, estúpidos ou racistas.

Quais seriam as soluções? Existem muitas, sem dúvidas, mas eis uma a se considerar: a elevação moral. Este é o “caloroso e edificante sentimento que as pessoas experenciam quando veem inesperados atos de bondade humana, gentileza, coragem ou compaixão,” segundo o psicólogo Jonathan Haidt, agora professor de Liderança Ética na NYU – Stern School of Business.

Tomemos como exemplo o caso do imigrante ilegal em Paris que salvou uma criança de cair de uma sacada. Ou o caso do garoto que arrecadou mais de um milhão de dólares para ajudar a encontrar a cura para a rara doença de seu amigo. Da mesma forma, podemos encontrar inspiração na mãe que perdoou os assassinos que mataram seu filho e prometeu ajudá-los a mudarem suas vidas. Histórias como essas me enchem de esperança e apreciação pelo o que existe de melhor no gênero humano.

Estudos pioneiros, feitos por Haidt e outros, descobriram que a elevação moral não faz apenas nos sentirmos bem, mas também nos encoraja a sermos mais compassivos e generosos. Em outras palavras, ela derruba as barreiras entre as pessoas – algo que os americanos têm necessitado urgentemente. Histórias de bondade têm a capacidade de tocar a todos nós, enchendo-nos de esperança na humanidade e nos dando a sensação de que podemos fazer melhor.

“Quando você experencia elevação moral, você sente um desejo de ajudar as pessoas e de tornar-se uma pessoa melhor no aspecto moral,” diz Jason Siegel, um pesquisador da Claremont Graduate University. “Existe uma tendência de não só nos engajarmos em comportamentos pró-social, mas também de nos engajarmos em comportamentos que têm um componente moral atrelado.”

Aqui está três formas como a elevação moral pode nos ajudar a construir pontes e diminuir nossas diferenças:

  1. A elevação moral aumenta a percepção de nossa condição humana comum – e pode diminuir preconceitos em relação a outros grupos.

Quando as pessoas são estimuladas com histórias de condutas moralmente exemplares – pessoas tendo um comportamento moralmente excelente – seus preconceitos sobre outros grupos tendem a cair. Um estudo mostrou que pessoas que experimentam elevação moral depois de testemunharem atos exemplares diminuíram suas crenças em uma hierarquia social – onde uns grupos são melhores ou superiores aos outros – o que as levou a terem mais vontade de fazerem caridade em benefício de outros grupos sociais.

Curiosamente, algumas pesquisas sugerem que esse efeito pode se estender para além dos grupos especialmente representados em uma história moral. Em um estudo recente, participantes brancos assistiram a vídeo clipes que envolviam elevação moral, humor ou um tema neutro.

Os vídeos de elevação moral incluíam um homem oferecendo “free hugs” (abraços gratuitos) a pessoas nas ruas ou músicos de todas as partes do mundo tocando simultaneamente a mesma música, já os de humor, envolviam comediantes passeando com um cachorro invisível pelas ruas ou reencarnado os Caça-fantasmas em uma biblioteca pública. ( O vídeo de tema neutro mostrava apenas uma cena da natureza).

Ao final, os participantes preencheram um questionário sobre suas emoções e senso de humanidade comum, e, posteriormente, participaram em um teste de preconceito implícito sobre diferentes grupos de pessoas. Enquanto as emoções positivas foram altas tanto para os vídeos inspiradores quanto para os engraçados, apenas os inspiradores aumentaram o senso de humanidade comum e bondade humana nos participantes – e diminuíram seus preconceitos em relação a outros grupos, mesmo quando os vídeos não eram focados em exemplos morais daqueles grupos em particular.

Segundo Siegel, “As pessoas tendem a ter uma visão mais favorável da humanidade e a pensar melhor das pessoas quando experenciam elevação” – uma observação que uma revisão da pesquisa sobre elevação confirma.

  1. Elevação moral nos induz a querer ajudar os outros

Experimentar elevação moral parece nos inspirar a abraçar atitudes morais e a nos engajarmos em comportamentos morais. Muitos estudos têm descoberto que quando nos sentimos edificados, desejamos contribuir para o bem maior e a agir com mais benevolência.

Mas há algumas ressalvas importantes.

Para alguns, o grau em que vamos nos sentir edificados moralmente pode depender da natureza do beneficiário de um ato virtuoso e o esforço envolvido em uma ação moral. Em geral, as pessoas sentem níveis de elevação moral mais altos quando testemunham um ato em que o beneficiário aparenta ser uma “boa pessoa”, “merecedora” e quando o ato exige muito esforço.

O resultado do ato também pode afetar o estado de elevação. Um estudo recente descobriu que quando os participantes testemunham uma ação moralmente edificante que inesperadamente resulta em algo “ruim” – como ver alguém dar uma gorjeta generosa para uma garçonete que não pode comprar presentes de Natal para seus filhos, para, posteriormente descobrir que ela, na verdade, usou o dinheiro para comprar roupas para si mesma – eles sentiram uma diminuição da elevação moral e eram menos desejosos a doar aos outros. Mas, quando eles testemunharam mais atos de bondade “incomuns” – como pais perdoando os assassinos de seus filhos – eles ainda ficaram inspirados a doarem-se, independente do resultado ser bom ou não.

Apesar da importância das ressalvas acima, elas não invalidam o mérito da elevação moral, diz Siegel. Ele tem observado que quando as pessoas sentem elevação são mais propensas a quererem se tornar doadoras de órgãos e a doarem para instituições de caridade moralmente relevantes – até mesmo mais que as pessoas que são induzidas a sentirem outras emoções positivas, como a gratidão. Essas descobertas espelham a pesquisa de Haidt e Sara Algoe, que descobriu que a elevação moral leva a comportamentos mais gentis e solícitos que a gratidão ou a admiração.

“Você é mais consciente sobre a moralidade das suas ações quando você está em um estado de elevação, quando comparado a outras emoções positivas,” diz Siegel.

  1. As pessoas capazes de experimentar sentimentos de elevação moral mais intensamente podem ter uma identidade moral mais forte

Existem algumas evidências de que pessoas que experenciam elevação moral mais intensamente têm um senso de identidade moral maior e tenderão a agir de forma mais gentil e solícita.

Um estudo descobriu que quando as pessoas têm uma tendência a experimentar beleza moral frequentemente – o que os pesquisadores chamaram de “traço de elevação moral” – têm um senso de identidade moral internalizado mais forte, dezessete meses mais tarde, que as pessoas que não a haviam experimentado da mesma forma. Embora os autores não tenham testado se isso leva a um comportamento mais virtuoso, algumas pesquisas sugerem que ter uma forte identidade moral é um antecedente importante para ações morais.

Isso, para mim, sugere que todos podemos nos beneficiar por perseguir ativamente experiências de elevação moral, buscando (e compartilhando) histórias de bondade que nos inspiram a dar o nosso melhor. Isso não apenas nos fará sentir bem, mas poderá aumentar nosso senso de conexão e generosidade em relação a nossos irmãos americanos de todas as origens, ajudando-nos a construir pontes onde estamos divididos.

E, dada a situação atual de nossos políticos, talvez não haja nada mais importante do que encontrar meios para abraçarmos nossa humanidade em comum.

Fonte: Para ler o artigo original em inglês clique AQUI

Cortesia da equipe de traduções Contemplativas: Trad. Ana Lídia de Andrade, revisão: Lama Jigme Lhawang

Anúncios

Um comentário em “Os efeitos de Atos de Bondade e Elevação Moral

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: